Skip to main content

Factos e números sobre a vida na União Europeia

Superfície e população

A UE estende-se por mais de 4 milhões de km² e tem 447,7 milhões de habitantes. Em termos de superfície, a França é o maior país da UE e Malta o mais pequeno.

Fonte: Eurostat.

 

Fonte: Eurostat.

Níveis de vida

O nível de vida é calculado através da medição do preço de determinados bens e serviços em cada país relativamente ao rendimento nesse país. Para o fazer, utiliza-se a uma moeda comum fictícia denominada padrão de poder de compra (PPC). A comparação dos produtos internos brutos (PIB) por habitante medidos em PPC dá uma perspetiva geral dos níveis de vida em toda a UE.

Fonte: Eurostat.

 

Em 2017, o PIB da UE-27 representava 16,0 % do PIB mundial, expresso em PPC. A China e os Estados Unidos foram as duas maiores economias do mundo, com partes de 16,4 % e 16,3 %, respetivamente. A Índia foi a quarta maior economia, com 6,7 % do PIB mundial, seguida do Japão com 4,3 %. A Alemanha foi a maior economia da UE, com 3,7 % do PIB mundial.

Fonte: Eurostat.

Educação

O montante das despesas com a educação varia de país para país. Os intercâmbios de estudantes na UE são organizados através do programa Erasmus, que ajudou mais de 4 milhões de pessoas a estudar e a receber formação no estrangeiro entre 2014 e 2020.

Fonte: Eurostat.

 

Além disso, a UE incentiva ativamente os alunos a aprenderem novas línguas desde muito cedo, uma vez que a mobilidade permite mais contactos com pessoas de outros países.

Fonte: Eurostat.

Energia e transportes

A energia proveniente de fontes renováveis tem continuado a aumentar na UE nos últimos anos. As fontes de energias renováveis usadas na UE incluem a energia eólica, a energia solar, a energia hidroelétrica, a energia das marés, a energia geotérmica, os biocombustíveis e as partes renováveis dos resíduos.

Fonte: Eurostat.

Um sistema de transportes eficaz é vital para as empresas e os cidadãos da UE. A política de transportes da UE incentiva viagens limpas, seguras e eficientes em toda a Europa.

Os transportes representam atualmente cerca de um quarto das emissões de gases com efeito de estufa da UE. O Pacto Ecológico visa reduzi-las 90 % até 2050. A transição para transportes mais sustentáveis significa colocar as pessoas em primeiro lugar, proporcionando-lhes alternativas mais saudáveis, mais limpas e a preços acessíveis.